União entre a Polo Salvador e a internacional Rhodia deu origem à primeira camisa polo biodegradável do Brasil - Polo Salvador

União entre a Polo Salvador e a internacional Rhodia deu origem à primeira camisa polo biodegradável do Brasil

Uma camisa polo biodegradável que se desintegra em até 3 anos em aterros sanitários. Esse foi o resultado da união entre a Rhodia e a Polo Salvador que aconteceu em 2019, quando a empresa do grupo belga Solvay – atende múltiplos mercados, inclusive o têxtil – desenvolveu em São Paulo o fio biodegradável de poliamida. Ciente da novidade à época, a equipe da Polo decidiu unir o seu fio de algodão à poliamida biodegradável homologada pela Rhodia, dando origem ao novo produto: a primeira camisa polo biodegradável do Brasil.

Mas o que essa camisa tem de especial, de diferente?

Em condições normais, uma camisa pode demorar décadas para se decompor na natureza. A camisa biodegradável se decompõe em cerca de 3 anos porque no fio biodegradável de poliamida há uma espécie de alimento adicionado à fibra para as bactérias presentes em condição de lixão e/ou aterro sanitário. Como as bactérias “comem a camisa”, o tempo para decomposição é muito menor, beneficiando o meio ambiente.

Fale conosco pelo Whatsapp